quinta-feira, 29 de maio de 2014

UM BRASIL SEM OPÇÕES

A opção nas eleições presidenciais é o socialismo. Nas próximas eleições, principalmente no âmbito presidencial, não há nada de novo e inovador, outrossim, um modelo socialista visceral dos atuais nomes ao Palácio do Planalto. Partidos idealistas em máximas marxistas e comunistas ao extremo segregam as opções à eleição de 5 de outubro. O PT tem suas marcas muito fincadas nos teoremas socialistas e comunistas de ditadores obsoletos descritos numa história vexatória e inóspita dantes contadas a nossos país e a nós. O PSDB em sua nomenclatura já se expressa da " social democracia", ou seja "socialismo". Suas ideologias norteadas por pensamentos weberianos e de fonte leninista, mostram o quão perigoso é ao país tais filosofias políticas. E o que falar de um partido que se afirma "socialista" como o PSB? Está explícito a vergonha de tal vertente, a teoria da conspiração dos comunistas. De certo, suas influencias e complô à sociedade gerarão, quiçá, revoltas como recentemente em Pernambuco. As maiores figuras elencadas às eleições estão acercadas de falácias obscurantistas do movimento abjeto à verdade, aos valores éticos e morais, de forma inescrupulosa, objetivando o bem comum aos seus pares fiéis e asseclas de seus regimes totalistas e ditatoriais. No Brasil, sempre ficamos sem boas oportunidades para mudar, e isto, sempre, por culpa nossa. Geramos um país assim, infelizmente, UM BRASIL SEM OPÇÕES.

Nenhum comentário:

Postar um comentário